AS PRINCIPAIS EXPECTATIVAS DA BLACK FRIDAY EM TEMPOS DE PANDEMIA

Confira quais as expectativas para a segunda maior data do varejo e a influência da pandemia em seu resultado.

A Black Friday 2020 acontecerá no próximo dia 27 de novembro e será uma grande oportunidade para aquecer o mercado novamente. Depois de grandes datas importantes para o comércio terem sido comprometidas devido à pandemia, a expectativa dos comerciantes para a Black Friday é positiva. O momento pede uma nova visão e percepção de oportunidades para gerar experiências que encantem os consumidores.

Neste ano é esperado um novo recorde de vendas, que irá superar 2019. Segundo a diretora do Mercado Livre em uma entrevista para Infomoney “Existe um sentimento de demanda reprimida, a Black Friday aparece em um momento de abertura, de retomada de alguns serviços e essa demanda reprimida é de compra mesmo. Entendemos que isso deve afetar e impulsionar os números desta edição”, explica Julia Rueff.

Loja física ou E-commerce para Black Friday 2020?

A grande aposta está no e-commerce, o qual já cresceu 47% no país durante o primeiro semestre deste ano de acordo com a Ebit Nielsen. O isolamento social trouxe para o consumidor um novo hábito para compras online e muitos ainda não estarão confiantes para se arriscarem em filas e tumultos, o que é comum nas lojas físicas durante a Black Friday.

Além disso, para uma empresa comportar o volume de consumidores em uma loja física será mais burocrático, devido a todos os requisitos de protocolos de segurança. Já na visão do consumidor, poder escolher o produto em um e-commerce é mais fácil, rápido e seguro para sua saúde. Por isso, levando em conta o cuidado com a saúde e a praticidade de compra on-line, acredita-se que a grande maioria optará pela segunda opção.

Uma alternativa adotada pelos grandes varejistas foi adiantar o início da onda de descontos para a última sexta-feira (23). Segundo o Grupo Via Varejo, a medida está relacionada ao cuidado para evitar aglomerações em uma única data.

Como se destacar na Black Friday 2020?

Para empresas que optarem pelas ações em lojas físicas e souberem trabalhar o omnichannel – integração entre diversos canais – poderá criar experiências únicas aos consumidores que ainda preferem estar presencialmente nas lojas.

Em um ano de Black Friday que promete um concorrência alta, é preciso apostar em conteúdo de valor e que encantem o consumidor. Muitos apostam que uma comunicação com propósito neste momento, em que muitos repensaram seus valores, pode trazer resultados inesperados. Além disso, a criação de um storytelling do seu produto, para que ele engaje com o consumidor antes, durante e após a Black Friday é de extrema importância.

Por: Luciane Victor, publicitária especializada em Marketing Digital, com MBA em Marketing pela FGV e Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity. Atualmente atua como analista de marketing na Mariotta Calçados.z

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco